FICAR EM CASA

É o que todo mundo quer quando está trabalhando, quando está estudando.
Chegou o fim de semana: Oba!!!! Que legal!!!!
Feriado: Graças a Deus! Um pouquinho de descanso.
Férias: Ebaaaaa! Que alegria! Vamos ficar em casa, passear e nos divertir a valer.

Março de 2020. Agora, é hora de ficar em casa.
Só que ninguém está achando legal, divertido ou relaxante.
A obrigatoriedade transformou a alegria em tristeza. O divertimento em aborrecimento.

E como driblar esses sentimentos, quando se trata de obedecer a uma ordem severa que previne a saúde de cada um e a de todos?

Eis a grande questão.

É preciso abandonar o egocentrismo.
Ficar em casa agora é chato para você, mas representa alívio e esperança para quem tem que trabalhar lá fora, enfrentar o terrível risco do qual você tem a oportunidade de ficar longe, simplesmente para suprir as suas necessidades básicas, sem nem mesmo te conhecer!
Ficar em casa agora é um ato de humanidade, de respeito e de consideração para com o próximo.

É a única maneira de conter a disseminação desse virus terrível, que está apavorando a todos nós.

Ficar em casa agora é mais do que se manter são.
Ficar em casa agora é não se contaminar e assim não receber, nem transmitir doença a ninguém.
Ficar em casa agora não significa se isolar mas, sim, se unir para combater esse inimigo invisível.

Juntos somos muito fortes. Juntos podemos ser invencíveis. É uma atitude da qual nos esquecemos, porque raramente pensávamos no próximo.

Se nos unirmos agora, amanhã poderemos sair de casa.
E só assim mostrarmos o respeito e o carinho que temos pelo próximo.
Afinal, ele é exatamente como nós!