Como organizar seu Ano Novo

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um sujeito genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Ai entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez,
com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente”
Carlos Drummond de Andrade

A passagem de um ano para o outro é um momento de renovação. Transformação do velho para o novo. Novas propostas, novas metas. É tempo de reorganizar a vida.

E para reorganizar a vida, o melhor começo é organizar seus pertences e sua casa.

Por isso, Mulher de Classe traz uma reflexão que pode ajudar você nesse recomeço.

  1. Tenha paciência
    Esse trabalho pode ser árduo e longo. Por isso, você deve estar preparada. Talvez seja bom pensar nele antes e planejar a melhor maneira de realizá-lo. Dividi-lo em etapas. Procure fazer tudo o que for possível para não se estressar e acabar desistindo da organização.
  2. Setorize sua organização
    Não adianta querer organizar tudo de uma só vez. Essa prática já foi testada e mostrou-se ineficiente. Faça a lista do que precisa ser organizado. Eleja os lugares de acordo com a necessidade. Assim, aqueles que mais precisam de ordem ficam em primeiro lugar.
  3. Observe os excessos  
    É preciso pensar na importância de cada item. Verificar o que precisamos e o que temos. Certamente há uma desintoxicação de coisas que poderá ser feita. Por exemplo, na categoria maquilagem, de quantos batons você precisa e quantos você tem? Itens de cuidados pessoais, de quantos cremes você precisa e quantos cremes você tem? E assim, é possível elencar uma série de itens, tais como perfumes, sombras, xampus, cremes para o cabelo, etc.
    O mesmo olhar pode ser voltado para calçados, bolsas, roupas, utensílios domésticos, itens de cozinha e de banheiro e tantos quantos você quiser olhar.
    A meta é deixar só o necessário de modo a sobrar espaço para permitir a melhor organização de cada canto.
  4. Adote o princípio da utilização
    Isso significa que objetos que não foram utilizados no último ano, ou nos dois últimos anos, não são realmente necessários e podem ser descartados. De nada adianta guardar uma roupa que não serve mais, uma louça que não se gosta mais e foi deixada de lado esperando o surrado “vai que”. Retalhos, pedaços de objetos, papel de embrulho amassado, etc. Você não precisa fazer um estoque para um futuro incerto. Se não há projetos certos para os objetos, descarte-os ou faça uma boa doação. Ganhe mais espaço para se organizar. Assim como os alimentos e os remédios, todos os objetos têm data de validade e é preciso aceitar que eles venceram.
  5. Priorize o que está em ordem
    Objetos quebrados, roupas descosturadas, manchadas, faltando botões ou com zíper enguiçado, são itens que só ocupam espaço e aborrecem por vê-los sem solução, ocupando o espaço que poderia estar melhor organizado. Livre-se dessas peças! Jogue fora ou doe. Até porque existe uma crença que diz que coisas quebradas ou coladas trazem azar para a casa ou para quem as guarda. Então, não dê sorte para o azar.
  6. Lembre-se do objetivo da organização
    A casa organizada, itens de uso pessoal ordenados, utensílios arranjados resultam em bem estar para todos os que habitam a casa. Muitas vezes melhoram até o relacionamento, pois deixam de existir as discussões e aborrecimentos por não se encontrar o que se quer. A organização, mais do que arrumar coisas e ambientes, revitaliza a vida, traz a alegria e a satisfação de sentir a conquista da limpeza, da calma, da paz e da tranquilidade.

Aproveite essa nova oportunidade de renovar a sua vida. Feliz Ano Novo!

Imagem de capa extraída de Imovelweb