A criança e sua saúde bucal

A saúde dos filhos é a primeira preocupação dos pais, mesmo antes deles nascerem. Com todas as consultas e exames que os pequenos precisam fazer logo no começo da vida, muitas vezes a saúde bucal acaba sendo deixada de lado.
Além disso, muitos pais ainda não conhecem informações necessárias para realizar as higienizações adequadamente. Por esse motivo, é muito importante que a mãe tenha um acompanhamento pré-natal odontológico.
Essa é a maneira mais eficiente de garantir que os cuidados serão tomados desde o primeiro momento.

Primeiros cuidados
A partir do momento que os primeiros dentinhos começam a nascer, entre os quatro e oito meses, já é possível levar seu filho ao dentista infantil. Esse é o momento perfeito para começar os cuidados, uma vez que os pais conseguem tirar todas as dúvidas que têm a respeito da higienização da criança.
Da mesma forma, a criança se acostuma desde pequena com o profissional e em ter alguém manipulando e avaliando sua boca e seus dentinhos. Muitas pessoas afirmam que têm medo de dentista por conta de traumas na infância. Ao escolher um odontopediatra é possível garantir que seu filho será consultado por alguém de confiança.
Desde o começo, é essencial que os pais realizem uma pequena higienização bucal, mesmo que o bebê ainda esteja ingerindo apenas leite. Isso porque o leite materno, assim como o de fórmula, possui quantidade de açúcares que podem acumular na gengiva e língua da criança.
A cárie de mamadeira é uma das causas mais comuns de problemas odontológicos infantis e, por esse motivo, é essencial que todos os cuidados sejam tomados para não prejudicar a saúde bucal do seu filho.
Caso você perceba uma coloração amarelada ou amarronzada logo nos primeiros dentinhos, é importante que o dentista seja consultado, para uma avaliação mais detalhada.

  1. Conscientização
    Levando seu filho ao dentista desde cedo, há uma grande probabilidade dele criar uma consciência da importância da higienização bucal desde o começo. Um consultório odontológico infantil está preparado para receber crianças, assim como lidar com o comportamento delas.
    Por esse motivo, esse é o lugar ideal para levar o seu filho desde pequeno, além de todo o comprometimento do profissional com a saúde bucal dele.
    Ao cuidar da prevenção dos dentinhos e conseguir analisar a necessidade de quaisquer providências importantes, o profissional apresenta técnicas e dicas sobre como fazê-los entenderem a importância da escovação diária, assim como do uso do fio dental.
    Ao mesmo tempo, é muito importante que em casa, os filhos vejam também os pais realizando as escovações diariamente. Dessa forma, eles percebem que não é algo que só ele deve fazer.
    Além disso, na infância, as crianças adoram imitar os pais e essa é uma das formas que eles aprendem mais rapidamente. Ter esse contato diário entre os pais e os filhos é importante para ambos.
  1. Independência
    Por mais que muitos pais tentem evitar que essa fase chegue, é essencial para as crianças terem uma certa independência nas atividades diárias.
    Além disso, a partir dos quatro anos muitas crianças já vão à escola, onde precisam também realizar a escovação, sem ter um adulto o tempo todo com ela.
    Para incentivar as crianças a escovarem os dentes diariamente, o dentista recomenda que os pais deixem o pequeno escolher a sua própria escova. Há uma grande variedade de opções, com produtos certos para cada idade.
    Nos primeiros anos, além de escovas com cerdas macias e cabeça pequena para que seja possível chegar até os dentes de trás, é importante também que o cabo não escorregue na mão da criança. Por esse motivo, cabos que não sejam totalmente lisos, que tenham alguma curvatura ou sejam aborrachados devem ser escolhidos.
    Além, é claro, das opções de todas as cores e personagens diferentes. Ao comprar uma escova ideal para o seu filho, as chances dele escovar os dentes, mesmo sozinho, são muito maiores.
  1. Responsabilidade
    Desde cedo é importante que os pequenos entendam a importância dos seus atos. A maneira mais eficiente de mostrar isso é falar também sobre as consequências de não realizar a escovação.
    Explique a eles o que pode acontecer caso a higiene não seja feita diariamente. É importante, entretanto, não assustá-los ao ponto de deixá-los com medo ou traumatizados, principalmente com relação ao dentista.
    Dar pequenas atividades diárias às crianças é uma das maneiras de fazer com que eles criem um senso de responsabilidade. Ainda assim, é essencial que os pais acompanhem todas as escovações dos filhos para garantir que estejam sendo feitas da maneira correta.
    Além disso, é importante não se esquecer de que as consultas ao dentista podem ser realizadas através de planos odontológicos, e devem ser realizadas uma vez a cada semestre, a partir do momento que a primeira visita for realizada, para garantir melhor saúde bucal ao seu filho.

Fonte: Dentista 24 horas – plataforma com mais de 15 tratamentos odontológicos,
em várias regiões, de forma prática e inovadora, com dentistas qualificados; e
Marketing digital na odontologia – Plataforma de gestão e marketing especializado
em consultórios odontológicos. Com recursos únicos e inovadores,
auxilia milhares de dentista a atrair mais clientes.