Dicas de Saúde Bucal

Conserve sua dentição

Cáries, gengivite, periodontite e a perda dos dentes são consequências da falta dos cuidados necessários com a saúde bucal.
Para prevenir tudo isso deve-se esteja atenta à limpeza correta e regular dos dentes, com escovação, pelo menos, duas vezes por dia e uso do fio dental.
Uma visita anual ao dentista também é providência saudável, não só para uma limpeza profissional, mas para uma verificação geral, quando problemas podem ser resolvidos mais facilmente.

Escovação
Uma boa escovação deve durar, pelo menos, dois minutos, com movimentos suaves e curtos.
Deve-se ter bastante cuidado com a borda da gengiva, com os dentes posteriores, e nas regiões onde há restaurações e coroas.

Para um resultado mais eficiente, procure criar uma sequência na escovação:

  • Comece pelas faces dos dentes que ficam voltadas para a bochecha, nos dentes de cima e de debaixo.
  • Depois vá para as faces internas dos dentes, aquelas voltadas para a língua. Aqui também nos dentes de cima e de baixo.
  • Por fim, adquira o hábito de escovar também a língua, pois nela muitas bactérias ficam alojadas e podem causar mau hálito.

Escova
Para a grande maioria dos dentistas a melhor escova é a de cerdas macias, pois remove mais eficientemente a placa bacteriana e os resíduos de alimentos.
Outro detalhe a ser observado é a cabeça da escova. Aquelas com cabeças menores alcançam mais facilmente todas áreas da boca.

Procure trocar sua escova a cada três meses ou quando perceber as cerdas desgastada. Depois de uma gripe ou resfriado também é aconselhável a troca da escova.

Creme dental
Atualmente existe uma grande variedade de produtos feitos especialmente para combater diferentes problemas bucais. Por essa razão é melhor perguntar ao seu dentista qual o tipo de creme dental mais adequado para o seu caso.

Fio dental
Muitas vezes, após escovar seus dentes, você ainda é surpreendida por um gostinho desagradável na boca. Isso acontece quando sobram resíduos de alimentos e placa bacteriana entre alguns dentes, que as cerdas da escova não conseguiram eliminar. Esses resquícios fazem você correr o risco da persistência de mau hálito, aparecimento de cáries e de doenças da gengiva.

O fio dental é a solução. Ele chega até onde a escova não consegue e remove tanto os restos de alimentos que ficam entre os dentes, quanto a placa bacteriana.

Como usar
1) Corte um pedaço de fio dental de aproximadamente 30 centímetros. Enrole uma ponta no dedo médio de cada mão.
2) Prenda o fio esticado entre o polegar e o indicador, deixando livre um pequeno pedaço de uns 10 centímetros de fio dental.
3) Passe o fio entre os dentes, sem pressionar a gengiva, fazendo movimentos de “vai-e-vem”
4) Curve o fio formando um “C” sobre a superfície de cada dente.
5) Repita a operação para cada dente, seguindo a sequência dos dentes de trás para os frentes.

Qual escolher
A espessura do fio pode varia entre “Normal”, “Extrafino” e outros. O ideal é decidir com o seu dentista a espessura mais apropriada aos seus dentes. Uma boa a opção é pelo fio dental com flúor.

Fonte: Odontoweb e Uniodonto Piracicaba