Faça de 2011 o seu ano novo.

Levante a cabeça, acredite,
vá em frente e vença a fera.
Você pode!

Aqui você encontra muitas dicas.

INICIAL

Consultor
Notícias

Cadastre-se

Contato

Publicidade

Mapa do Site


Mulher


Saúde

Psicologia

Cultura

Beleza

Moda

Esportes

Espiritualidade

SExualidade


Profissional


 Trabalho
Comportamento
Marketing Pessoal
Motivação

Dona de Casa


Decoração

Imóveis

Jardinagem

Manutenção

Finanças

ARTIGOS & LINKS
Dicas
Receitas

Finanças


Em Família


Filhos

Educação

Festas


Na Sociedade


Comportamento

Direitos

Entretenimento

Etiqueta

Filantropia

Turismo


Variedades


Lojas Virtuais

Tudo na Internet

Pets

Links


Agradecemos

sua visita


Valorize seu trabalho

José Antônio Rosa

"E acima de tudo, a ti mesmo sejas fiel.
E em conseqüência, assim como à noite
Segue-se o dia, não poderás ser falso
A homem algum."

- William Shakespeare


......Esses versos são lembrados por Joe Girard, no livro Como Vender o Seu Trabalho, um excelente livro de auto-ajuda para vendas. No capítulo 19, Vendendo sua imagem sem se vender barato, Girard dá cinco conselhos relevantes:

1 - Proteja o seu bom nome;
2 - Cultive as boas companhias;
3 - Seja fiel a seus princípios;
4 - Cuidado com as concessões;
5 - Tente dizer não.

......Com as pressões e dificuldades existentes nos dias de hoje, todos correm o risco de, imperceptivelmente, esquecer seus valores, interesses, qualidades fundamentais, aceitando barganhas que humilham, reduzem e solapam a auto-estima. Alguma flexibilidade é fundamental, certamente, quando as coisas estão difíceis, mas há um limite e quem passa desse limite acaba angariando pontos negativos para a sua carreira, seja em termos de produtividade, seja em termos de imagem, seja em termos de motivação para o trabalho.

É sempre bom perguntar:
· Será que estou me vendendo por preço vil?
· Se estou, o que posso e devo fazer para sair dessa situação o mais rápido possível?
· Tenho o suficiente poder de barganha para afirmar meus valores? Se não tenho, como devo começar já a buscá-lo?
· Será que a minha fraqueza não provém exatamente do medo e não da falta de poder de barganha?

Em síntese, vender-se barato só quando se quer, ou por tempo curto em que ainda não foi possível preparar a saída. Acostumar-se com o preço baixo, é a morte profissional.
 

José Antônio Rosa é professor de pós-graduação em Administração no Instituto Nacional de Pós-Graduação, jornalista, editor e consultor da Manager Assessoria em Recursos Humanos.

 

s