Carnaval no Mundo

Veneza e Roma –
O carnaval veneziano foi um dos mais alegres e fortes do mundo. Bailes e festas se desenvolviam durante uma semana nas praças, ruas, e, principalmente, nos canais, lotados de Gôndolas especialmente e enfeitadas para a festa. O primeiro carnaval veneziano ocorreu em 1420, em comemoração à vitória de Veneza sobre Aquiléia.
No início do século XVIII, incorporou-se à festa carnavalesca a tradição do corso de Gôndolas. As mais tradicionais famílias participavam do alegre cortejo que seguia o grande canal, ao som de trombetas, até o jardim zoológico da cidade, onde se realizava um grande carnaval.
Hoje, somente as cidades italianas de Viareggio, Cento, Putignano e Verres possuem carnavais com desfiles de carros alegóricos e alegres brincadeiras.

Confira mais detalhes sobre o carnaval de Veneza 2016 AQUI

Nice
Em Nice acontecia um dos mais conhecidos e animados carnavais europeus, com destaque para os desfiles de corsos, batalhas de confete e espetáculos de marionetes e de teatro de rua.
O corso, começou em 1882, com um grande cortejo que trazia o Rei Momo e seu grupo de cortesões acompanhados cerca 5 mil crianças, 20 carros alegóricos e 800 máscaras gigantescas representando personagens conhecidos da cidade.
No último dia de carnaval acontecia o cortejo de incinerações. As máscaras e bonecos são queimados na praia, e há um espetáculo de fogos de artifício, marcando o fim das festividades.
Na Promenade de Anglais, costumavam ser realizadas batalhas de flores, na qual um cortejo de carros alegóricos, lotados de garotas, e da rainha do carnaval, passa jogando milhares de buquês de flores para o público.
O carnaval de Nice costumava ser comemorado de 15 de fevereiro a 4 de março. Hoje, ele também está bastante enfraquecido.

Confira o carnaval de 2016 em Nice em detalhes AQUI

Binche
A 50 km da Bélgica, em Binche, cidade de 10 mil habitantes, acontece o melhor carnaval da região.
O carnaval de Binche tornou-se uma festa de 7 semanas. Na cidade não existem hotéis, os visitantes e turistas se hospedam em cidades vizinhas como Moris, que ficam a cerca de 16 quilômetros.
Em Binche há o Museu Internacional do Carnaval e da Máscara, onde o carnavalesco brasileiro Joãozinho Trinta já fez uma Exposição.

Confira detalhes do carnaval em Binche em 2016

Basiléia

Cidade suíça que fica na fronteira da França com a Alemanha, faz o maior carnaval do país, o Fasnacht que acontece nas segunda e terça feira seguintes à quarta-feira de cinzas. A festa começa na madrugada de segunda-feira com bandas, instrumentos de percussão e flautas. Todos se fantasiam, e usam máscaras com pequenas luzes nas cabeças, tocando músicas inusitadas.
Os grupos formam as bandas e desfilam à tarde, com temas escolhidos anteriormente, e satirizam um fato conhecido de todos.
Nas noites festivas ha também encenações feitas por pequenos grupos os schnitzelpangg que andam de bar em bar cantando e representando. Espécies de blocos de sujos, sem outro objetivo a não ser fazer barulho e brincar, saem desordenadamente pelas ruas estreita da cidade antiga na noite de terça-feira formando o “gassle” que só acaba às 4 horas da madrugada de quarta feira.
Quando ocorre o carnaval, é inverno. E a temperatura média na cidade é de 5 graus.

Conheça o carnaval de 2016 na Basiléia

Bonn
Em Bonn, importante cidade alemã, acontece o chamado carnaval das mulheres, o weiberfastnacht, uma tradição que vem desde o século XIX. Esse carnaval, único com essas características no mundo, teve início na pequena cidade de Benel, quando as lavadeiras criaram um movimento que pode ser considerado precursor da emancipação feminina. Em certo dia do ano as mulheres tinham liberdade de fazer tudo. Em 1824, a sofisticação do movimento chegou a tal grau que foi criado o comitê dos foliões femininos, ao qual o homem ficava subjugado.
Outro acontecimento importante do carnaval de Bonn, e também da região da Renânia, é o “Rosenmontag”, um carnaval onde se organizam desfiles com pessoas fantasiadas com roupas militares.
Máscaras escondem o rosto de todos, pois há uma crença que o diabo, nessa época, fica solto por toda região, onde fica a “floresta negra”, cada grupo cultiva uma forma de tradição, por isso as fantasias variam muito.

Carnaval de 2016 em Bonn

Nova Orleans
Em Nova Orleans acontece o maior carnaval norte-americano, o Mardi Grass. O termo Mardi Grass, termo que vem francês e significa terça-feira gorda, se iniciou quando negociantes fundaram o clube “The Mystick Krewe of Comus”, em 1857, na terça-feira de carnaval, e fizeram um desfile com monumentais carros alegóricos, tendo à frente negros com archotes . Na primeira década deste século formou-se o “Krewe of Rex” que desfilou para o Grão-Duque da Rússia.
Durante o Mardi Grass, mais de 50 agremiações desfilam pelas ruas da cidade, os bares ficam o tempo todo abertos, e são tomados por multidões com os mais exóticos trajes, que bebem e saem as ruas fazendo a maior algazarra nas passagens das agremiações. O ponto de encontro do carnaval negro é a Av. Clair Borne, onde se espalham as mais exóticas tribos, com elaboradas e esquisitas fantasia.
O monarca da festa é o Rei ZULÚ e ha uma mistura de ritmos de origem negra.
Os locais dos desfiles são amplamente divulgados pelos jornais.  O mais importante se estende da ST. Charles Avenue até Canal Street.
Uma das agremiações mais conhecidas é a Bacchus que se apresenta com gigantescos e originais carros alegóricos. Outra agremiação bastante conhecida é a Endymion.

Carnaval 2016 em New Orleans