Tome cuidado ao contratar serviços

A manutenção de uma casa depende de vigilância frequente e exige muitos cuidados. Há sempre detalhes que precisam ser observados, reparos que precisam ser executados, consertos a realizar, etc.
Tudo isso quase sempre depende dos serviços de terceiros. Por isso, para que você não tenha decepções e prejuízos, Mulher de Classe traz algumas dicas muito importantes para o momento em que você decidir contratar terceiros para executar um serviço em sua casa.

Regras Básicas
1
– Pesquise sobre o trabalho a ser contratado, de maneira que você saiba como ele será executado e o que será necessário para sua realização.
2 – Faça cotações para ter uma boa base do custo do trabalho que precisa contratar, bem como do material que será requerido.
3 – Escolhido o fornecedor, antes de fechar negócio, consulte a sua reputação, de modo a saber se ele cumpre suas promessas, cumpre prazos, executa bons serviços, tem referências, etc.
4 – Acertado o trabalho, redija um recibo-contrato contendo necessariamente:
a) qualificação completa das partes contratantes (nomes, endereços, RGs, CPFs)
b) descrever ao máximo possível os serviços a serem executados.
c) estabelecer a data de início e término dos serviços.
d) indicar a quem compete a compra do material necessário.
e) fixar preço certo e ajustado e condições de pagamento.

IMPORTANTE LEVAR EM CONTA ESTES DETALHES

  • sob nenhuma hipótese complete o pagamento antes do serviço estar totalmente executado.
  • no mesmo recibo-contrato dê a quitação do sinal e, no verso, deixe claro os pagamentos já feitos, (se em cheque, coloque o valor, número, banco e data; se por transferência bancária, anexe o comprovante; e, se em moeda corrente, deixe clara essa condição).
  • Não esqueça de pedir ao prestador de serviços que assine cada uma dessas anotações.

Caso o  serviço seja considerado terminado sem atender aos requisitos de qualidade; ou estar visivelmente incompleto; ou, ainda, em desacordo com o que especificado no recibo-contrato, tendo essa  documentação de forma bem detalhada, ficará bem mais fácil acionar uma instituição que proteja o consumidor para que solucione a pendência.

Imagem: gratispng.com