Como alimentar sua autoestima

Dezembro é o mês em que a gente costuma fazer um balanço do que aconteceu durante o ano que está terminando. Reviver as conquistas, as vitórias, as perdas e, por que não?, as derrotas. Lembrar das pessoas que foram importantes, que nos deram alegrias, e também daquelas que nos trouxeram problemas e nem tantas alegrias. Enfim, é comum se fazer uma retrospectiva, passando um filminho resumido do ano.

Esse balanço, muitas vezes, mexe como a nossa autoestima. De forma positiva, se tudo foi bem. De forma negativa, face aos problemas, dificuldades e situações inesperadas, entre outras. E o efeito negativo costuma ser muito mais frequente do que o positivo em nossas cabeças. Por essa razão Mulher de Classe decidiu cuidar desse tema agora.

Em primeiro lugar, o que vem a ser autoestima?
Resumidamente, autoestima é a avaliação que se faz de si mesma. Positiva ou negativa, é a sua opinião sobre você.

Essa opinião pode deixar você feliz, orgulhosa, vitoriosa. Mas também pode deprimir, desanimar e fazer com que você se sinta infeliz, incapaz e derrotada.

Embora a sensação de derrota seja horrível e também a responsável por baixar sua autoestima, na verdade ela é o incentivo necessário para reverter a situação. É a hora de encontrar os erros cometidos, descobrir onde o caminho pretendido foi abandonado. É hora de fazer um novo roteiro para a vida que vai começar no ano novo.

Aí a sua autoestima começa a melhorar. Esse momento é muito importante!
Ao contrário de ficar remoendo os momentos menos felizes, o desafio consiste em descobrir as falhas e como repará-las ou evitá-las. É hora de entender que é possível melhorar. E então decidir virar o jogo!

Ao agir assim, você vai descobrir que os momentos de acerto também foram muitos. Que nem tudo deu errado. E até pode ser que aconteceram mais situações que deram certo do que errado.

Mantenha sempre o foco no positivo e no desejo de corrigir os eventuais erros e crie novos projetos, outras metas. Determine conquistas. Aí você já vai se sentir animada por se aproximar de uma nova fase na qual tem a oportunidade de se sair muito melhor, pois já descobriu aquilo que atrapalhou.

Mantenha-se em forma para gostar da imagem que você vê no espelho. Identifique suas qualidades. Tire proveito das experiências. Trate-se com amor e respeito. Ouça a sua  intuição, porque isso aumenta a autoconfiança. Acredite que merece ser amada e que é, sim, muito especial. Faça todos dias algo que a deixe feliz, qualquer coisa – dançar, ler, ouvir música, praticar um esporte …

O importante é manter a calma e dar, sempre, um passo de cada vez. Elimine os medos, a insegurança. Mande embora a gatinha assustada e assuma aquela leoa valente e poderosa que está aí dentro. ACREDITE EM VOCÊ!

Visualize-se como uma vitoriosa em seus projetos. Olhe-se no espelho e repita, em voz alta, para você mesma:

“Eu estou muito bem. Eu posso, eu consigo. Sou vitoriosa”!!!

Potencialize sua autoestima e SEJA FELIZ!

Fontes de texto e imagens: Wikipedia, Rkio e Rita Coelho.