O que você deve saber sobre a Páscoa Cristã

ORIGEM E SIGNIFICADO
A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia, no livro chamado “Êxodo”, que significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata.

A Páscoa é a comemoração do fundamento da fé cristã, é a crença que Jesus morreu e ressuscitou no terceiro dia.
É uma festividade religiosa que celebra a ressurreição de Jesus ocorrida três dias depois da sua crucificação no Calvário, conforme o relato do Novo Testamento.

A Páscoa cristã está ligada à Páscoa judaica pela data e também por muitos dos seus simbolismos centrais. Ao contrário do inglês, que tem duas palavras distintas para as duas festas (Easter e Passover respectivamente), em português e em muitas outras línguas as duas são chamadas pelo mesmo nome ou nomes muito similares.

Os costumes pascais variam bastante entre os cristãos do mundo inteiro e incluem:

  • missas matinais,
  • troca do cumprimento pascal
  • troca de ovos de Páscoa, que eram, originalmente, um símbolo do túmulo vazio, e
  • muitos outros como a caça aos ovos, o coelho da Páscoa e a Parada da Páscoa;
  • há também uma grande quantidade de pratos típicos ligados à Páscoa e que variam de região para região.

Jesus Cristo trouxe a “boa-nova”, esperança de uma vida melhor, trouxe a receita para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.
A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.
O domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz.

SÍMBOLOS PASCAIS
Os ovos guardam em si a imagem de uma nova vida, por isso foram adotados como símbolo de renovação. Costumavam ser oferecidos em muitas civilizações como presentes. No Antigo Egito e na Pérsia, por exemplo, eram pintados em tons primaveris. Na China, antes mesmo do nascimento de Cristo já se presenteava com ovos de pata pintados em cores vivas. Na Europa católica do século XVIII, ovos coloridos passaram a ser benzidos pelos cristãos e oferecidos aos fiéis.
Com o passar do tempo, passaram a ser confeitados e é aí que entra o chocolate.
O chocolate, que por muito tempo foi servido como bebida, viu sua indústria se desenvolver bastante na Inglaterra do século XIX. Foi nessa época que apareceu o ovo de chocolate. A partir daí, rapidamente se espalhou pelos mercados europeus e depois pelo mundo.Coelho
O coelho de Páscoa é uma atualização do antigo símbolo pascoalino, a lebre (parente do coelho), considerada sagrada para a deusa Eostre. No século XVIII, colonizadores alemães levaram para os Estados Unidos a idéia dos coelhos de Páscoa.
Uma duquesa alemã, ao dizer que os brilhantes ovos de Páscoa tinham sido deixados pelos coelhos para as crianças, deu origem ao costume de fazer com que as crianças os encontrasse no dia de Páscoa.

 

A Pomba ou “Colomba” pascal, pão doce e enfeitado com a forma de ave, também é um símbolo cristão. A forma de pomba era usada nos antigos sacrários, onde se guardava a Eucaristia. Atualmente, passou também a ser usada no pão doce que costuma ser compartilhado, na Europa, especialmente na Itália, no café da manhã de Páscoa e da “Pasquetta” ou Pascoela, como é chamada no Brasil a segunda-feira após a Páscoa.

Fontes: Wikipedia, BibliaOn e Calendarr.