Nossa Senhora Aparecida

nossasenhoraaparecidaNossa Senhora da Conceição Aparecida, popularmente chamada de Nossa Senhora Aparecida, foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Principal em 16 de julho de 1930, por decreto do papa Pio XI

Pela Lei nº 6 802, de 30 de junho de 1980, a República Federativa do Brasil reconhece oficialmente Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil, decretando oficialmente feriado o dia 12 de outubro em sua homenagem. Foi também nessa época que o Papa João Paulo II consagrou a Basílica, que é o quarto santuário mariano mais visitado do mundo, capaz de abrigar até 45.000 fiéis.

Aparição
Há duas fontes sobre o achado da imagem: uma no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida (anterior a 1743) e outra no Arquivo da Companhia de Jesus, em Roma.

A história registrada pelos padres José Alves Vilela, em 1743, e João de Morais e Aguiar, em 1757, cujos documentos se encontram no Primeiro Livro de Tombo da Paróquia de Santo Antônio de Guaratinguetá, conta que a aparição da imagem ocorreu na segunda quinzena de outubro de 1717, quando Pedro Miguel de Almeida Portugal e Vasconcelos, conde de Assumar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, no vale do Paraíba, durante uma viagem até Vila Rica.
O povo de Guaratinguetá decidiu fazer uma festa em homenagem à presença de Dom Pedro de Almeida e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde. Os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria e pediram a ajuda de Deus. Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu, e já estavam a desistir da pescaria quando João Alves jogou sua rede novamente e, em vez de peixes, apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça. Ao lançar a rede novamente, apanhou a cabeça da imagem, que foi envolvida em um lenço. Após terem recuperado as duas partes da imagem, a figura da Virgem Aparecida teria ficado tão pesada que eles não conseguiam mais movê-la. A partir daquele momento, os três pescadores apanharam tantos peixes que se viram forçados a retornar ao porto, uma vez que o volume da pesca ameaçava afundar as embarcações. Esta foi a primeira intercessão atribuída à santa.

Início da devoção
Durante os quinze anos seguintes a imagem permaneceu na residência de Filipe Pedroso, onde as pessoas da vizinhança se reuniam para orar. Por volta de 1734, o vigário de Guaratinguetá construiu uma capela no alto do morro dos Coqueiros, com a ajuda do filho de Filipe Pedroso.
Uma igreja maior (a atual Basílica Velha), foi inaugurada e benzida em 8 de dezembro de 1888.

Coroa de ouro e o manto azul
Em 6 de novembro de 1888, a princesa Isabel visitou pela segunda vez a basílica e ofertou à santa, em pagamento de uma promessa (feita em sua primeira visita, em 8 de dezembro de 1868), uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis, juntamente com um manto azul, ricamente adornado. 

Descrição da imagem
Atualmente alojada na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada na cidade de Aparecida, em São Paulo, a imagem, tal como se encontra no interior da Basílica, foi retirada das águas do rio Paraíba em 1717. Mede quarenta centímetros de altura e é de terracota, ou seja, argila que após modelada é cozida num forno apropriado. A argila utilizada para a confecção da imagem é oriunda da região de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo.
Através de estudos comparativos, a autoria da imagem foi atribuída ao frei Agostinho de Jesus, um monge de São Paulo conhecido por sua habilidade artística na confecção de imagens sacras. Tais características incluem a forma sorridente dos lábios, queixo encravado, flores em relevo no cabelo, broche de três pérolas na testa e porte empinado para trás. O motivo pelo qual a imagem se encontrava no fundo do rio Paraíba é que, durante o período colonial, as imagens sacras de terracota eram jogadas em rios ou enterradas quando quebradas.

santuariodeaparecida1Santuário
O Santuário de Aparecida é considerado um dos principais polos de turismo religioso do Brasil. São cerca de 12 milhões de visitantes por ano, de acordo com estimativa da administração do templo. A Basílica tem capacidade para celebrar missas para até 35 mil pessoas na área interna e para até 300 mil na área externa.
A programação de 2016 inclui uma carreata pelas ruas da cidade; Procissão Memória, com destino ao Porto Itaguassú, local onde, segundo os católicos, aconteceu a pesca milagrosa da imagem da santa, e a Procissão Solene com a imagem da Padroeira do Brasil, além de shows musicais com diversos artistas durante todo o período de celebração.

Fonte: santuario-nacional, wikipedia, brasil.gov.br/turismo.