INICIAL

Notícias Contato Consultor Publicidade Cadastre-se Mapa do Site

Mulher


Saúde

Psicologia

Cultura

Beleza

Moda

Esportes

Espiritualidade

SExualidade


Profissional


 Trabalho
Comportamento
Marketing Pessoal
Motivação

Dona de Casa


Decoração

Imóveis

Jardinagem

Manutenção

Finanças

ARTIGOS & LINKS
Dicas
Receitas

Finanças


Em Família


Filhos

Educação

Festas


Na Sociedade


Comportamento

Direitos

Entretenimento

Etiqueta

Filantropia

Turismo


Variedades


Lojas Virtuais

Tudo na Internet

Pets

Links


Agradecemos

sua visita


 

Quando vale a pena fazer lipoaspiração?

.....Eliminar a gordura que a dieta sozinha em geral não leva embora e que fica localizada em regiões como culote, abdômen, joelho e cintura. Esse é o grande apelo da lipoaspiração, técnica que consiste em introduzir uma finíssima cânula e aspirar a gordura do local.

.....O procedimento pode ser feito com anestesia local, peridural ou geral e a recuperação é simples: o paciente volta às suas atividades em um período de três a dez dias. No pós-operatório, os pacientes costumam sentir um pouco de dor. Além disso, a região fica inchada por alguns dias, razão pela qual muitas pessoas preferem fazer a cirurgia no inverno.

.....A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda que a quantidade de gordura retirada não ultrapasse 5% do peso da pessoa. É importante ressaltar, no entanto, que nem todos estão em condições de se submeter a esse tipo de cirurgia. Para que o resultado da lipoaspiração seja satisfatório, é melhor que o indivíduo esteja próximo de seu peso ideal ou pouca coisa acima dele. Pessoas obesas devem primeiro fazer uma dieta para perder peso e só depois se submeter à lipoaspiração.

Fonte: www.emagrecendo.com.br

 


 

As cirurgias de redução do estômago

 .....Pessoas com grau de obesidade muito elevado, representado por Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 40, muitas vezes não respondem à orientação médica convencional, baseada em atividade física, mudança de hábitos alimentares e medicamentos. Nesse grau, a obesidade favorece o surgimento de diversas doenças que levam à morte. Por isso, ele é chamado de obesidade mórbida.

.....Para pessoas com esse perfil, cuja obesidade não seja conseqüência de outra doença e que já tentaram outras formas de tratamento, sem sucesso, os médicos atualmente recomendam o tratamento cirúrgico. Existem três diferentes opções cirúrgicas: a que diminui o tamanho do estômago (restrição alimentar), a que reduz o intestino (disabsortiva) e a mista.

.....Restrição alimentar: O procedimento diminui o reservatório gástrico, fazendo com que a quantidade de alimentos seja limitada. Essa redução aumenta o poder de saciedade e torna menor a velocidade de esvaziamento do pequeno estômago. O grau de restrição varia de acordo com a técnica empregada. Os métodos mais comuns são a Gastroplastia Vertical com bandagem e a Banda Gástrica Ajustável por Videolaparoscopia.

.....Disabsortiva: O objetivo da cirurgia é reduzir a absorção intestinal dos alimentos. Para isso, ela retira parte do intestino delgado e diminui uma porção do estômago. As técnicas mais comuns são a derivação Bílio-pancreática de Scopinaro e o duodenal Switch. O paciente mantém a capacidade de comer grandes quantidades de comida, sem limitação do tipo de alimento.

.....Cirurgia mista: Faz uma combinação dos dois tipos. No Brasil, a técnica mais empregada é o Bypass Gástrico de Fobi-Capella, que gera saciedade precoce e intolerância aos alimentos doces e gordurosos.

.....De forma geral, as cirurgias promovem grande perda de peso no início, mas esse efeito tende a decrescer com o tempo. O organismo procura se adaptar fisiologicamente à nova realidade, desacelerando o metabolismo para que o peso não caia ainda mais e leve à desnutrição. É uma reação natural, que busca proteger o corpo de riscos como a queda de resistência e a desmineralização óssea.

.....Para que a cirurgia tenha êxito, portanto, é muito importante que o paciente incorpore ao seu dia-a-dia a prática regular de atividade física, sob supervisão profissional. O exercício leva o corpo a gastar mais energia, além de proporcionar uma sensação de conforto e satisfação.

.....O paciente deve ter também o acompanhamento de um nutricionista, para lhe indicar a quantidade e a qualidade ideal de suas refeições. A principal mudança está na porção de comida que será ingerida, bem menor que a habitual, por isso a cautela na elaboração do cardápio, para que a presença de importantes nutrientes seja preservada.

.....É importante ressaltar que nem todos os pacientes que sofrem de obesidade mórbida estão preparados psicologicamente para a cirurgia. Por isso, é fundamental a avaliação pré-operatória de um psicólogo.

Fonte: www.emagrecendo.com.br

Conheça a premiação recebida pelo Mulher de Classe

Fale direto

com toda Mulher de Classe

Clique AQUI.

Escolha o assunto. Lá estará uma

Mulher

de Classe

INFORME-SE.

Mercado qualificado?

Mulher

de Classe

é o principal.

CONHEÇA.

Informação,

sensibilidade

e muito bom gosto. Tudo

reunido numa

Mulher

de Classe

DECIDA JÁ.

Relação entre custo/benefício

é padrão na

Mulher

de Classe

FALE COM ELA!

Seja profissional,

estudante ou dona de casa, ela sempre será

Mulher

de Classe

FALE COM ELA!